sexta-feira, 21 de agosto de 2020

'Democratas' deve anunciar apoio ao major Sidnei nas próximas horas

Sidnei Paiva tenta obter apoio de 3 ex-prefeitos e criar uma forte rede de apoio. DEM deve indicar Lenilda Leôncio para vice.

Como eu já tinha antecipado desde o dia 28/06 o namoro entre o Major Sidnei Paiva e o 'Democratas' (DEM), finalmente o partido deve anunciar nas próximas horas o apoio formal à pré-candidatura do Major, inclusive com a presença de nomes de peso do partido como Efraim Morais. O DEM estava negociando com o pré-candidato da situação, Luiz Limeira (PP), mas a proposta de apoio não teria agradado aos caciques do DEM.

O DEM deve anunciar Lenilda Leôncio como pré-candidata a vice-prefeita numa coligação com o Major e o 'Podemos', indicando também vários candidatos a vereadores, dentre eles Tota Leôncio.

O major agora tem a difícil missão de conciliar os interesses de três ex-prefeitos de Sapé: Tota Leôncio, Luíza e Zé Feliciano, e as divergências e brigas já estariam acontecendo internamente. Após o apoio do DEM, deve vir o racha interno no grupo.É difícil conciliar tantas vaidades e interesses no jogo do poder.

Usando a prerrogativa de militar de só se filiar nas convenções, o Major ainda vai tentar usar dessa “carta-coringa” para conquistar outras legendas, mantendo sua esposa, a advogada Denise Ribeiro, na presidência do 'Podemos', e já contando com o apoio do DEM.

Nos bastidores da política circula os comentários de que a próxima investida do Major seria o Avante, mas há resistências no partido que deve apoiar a pré-candidatura de Alan Cabral (PL), contudo, no jogo político tudo pode acontecer.

Vamos aguardar os novos acontecimentos.


sábado, 25 de julho de 2020

José Wilker - Um grande ator que começou a carreira em Sapé



Neste mês julho, faz 12 anos que um ilustre brasileiro recebeu um título de cidadão paraibano. José Wilker era nordestino, nascido em Juazeiro do Norte (CE), no dia 20 de agosto de 1947, e morreu aos 66 anos, na casa dele no Rio de Janeiro, em 05 de abril de 2014.

terça-feira, 21 de julho de 2020

Megassena na política de Sapé


A política de Sapé sempre foi bastante disputada, provavelmente porque quem “experimenta” o poder não consegue firmar liderança e sempre acaba perdendo o cargo para os opositores. Nessas eleições, pelo menos uma dúzia de pré-candidatos já colocaram seus nomes nas ruas, mas uma junção de seis partidos, composta de cinco pré-candidatos e um partido com pretensões apenas legislativas, está se formando em Sapé.

segunda-feira, 13 de julho de 2020

SINDSERVS. 21 anos de lutas e conquistas


Tivemos episódios sérios e vergonhosos para a administração pública, como a derrubada da tenda, o acorrentamento de membros do sindicato na prefeitura e o “funeral” da educação

No dia 13 de julho de 1999 fundamos o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Sapé (Sindservs), um marco na luta por direitos no município e sinônimo de conquistas e união da categoria dos Servidores Públicos Municipais de Sapé em torno de ideais de valorização, melhores condições de trabalho e respeito.

Mas tudo isso é muito menor do que o fato de termos nos tornado uma grande família, forjada na luta de décadas que começou pela manutenção do concurso público promovido pelo então prefeito João Carneiro Carmélio Filho. Essa foi a primeira e grande conquista de todos aqueles que estavam ameaçados pela perda do concurso por conta do calote do prefeito em cima da empresa promotora do certame.  A empresa se recusava entregar os documentos do concurso e o prefeito se recusava a pagar a empresa. E no meio dessa vergonha estávamos nós: pobres servidores recém-empossados na prefeitura e já com a corda no pescoço.

Foi uma luta! Tivemos que correr atrás de documentos, reunir tudo, catalogar e enviar para a justiça que cobrava os papéis. Mas conseguimos. Foi a união e o esforço de todos que nos fez marcar nosso primeiro gol. Mas esse foi só o primeiro da goelada e foi o sindicato que uniu o time em torno dessa luta.

domingo, 28 de junho de 2020

Bastidores da Política – DEM é disputado por outras legendas e grupo divide opiniões sobre coligação


Já faz uns quinze dias que se ouve nos bastidores políticos rumores de que o Major Sidnei Paiva estaria cogitando ser candidato pelo Democratas (DEM). Para isso teria que vir da cúpula estadual do partido tal intervenção, já que o ex-prefeito Antônio João Adolfo Leôncio (Tota), presidente do partido no município, estaria pleiteando a “cabeça” da chapa majoritária. A condição de militar do Major o permite ser candidato sem filiação, assim, ele tem a vantagem de chegar em cima da hora e ser candidato por qualquer partido que faça o registro de sua candidatura.

sábado, 27 de junho de 2020

Situação, oposição e outra facção



Pelo título já dá para saber sobre o que é que eu estou falando, principalmente em um período eleitoral quando grupos políticos se posicionam e traçam estratégias para se manterem ou tomarem o poder. Quando se está fora do poder se rotula de oposição. Mas oposição a que mesmo?

Ser “oposição” no mundo político é se opor a um modelo de gestão, uma ideologia, uma forma de administrar . Então nesse post vou deixar de analisar a “situação” e focar na postura da “oposição” e seu importante papel no sistema político, pois não exite democracia sem o contraditório, sem o pensamento diverso.

quarta-feira, 24 de junho de 2020

Discutir a gestão pública é parte do processo democrático




Foi pensando em discutir as boas práticas administrativas, fiscalizar os gestores públicos e no fato de a sociedade cobrar seus direitos, que criamos o site GESTÃO PÚBLICA E SOCIEDADE. Um canal de acesso a ferramentas de fiscalização, denúncia e participação social em um portal interativo com todo o rigor da boa prática jornalística.

Os meios e seus fins



É questionável a informação de que os meios de comunicação de massa, principalmente a internet, o jornal, a TV e o rádio, exercem influências maléficas em nossos costumes, em nossa cultura e evidentemente em nossa língua, ditando valores, modificando costumes e uniformizando culturas. O tema é complexo e possui pontos de vista multilaterais e perguntar se isso é bom ou ruim para nossas vidas é inevitável.